Virtualização-o-que-e

O que é virtualização?

Há muito manteve-se disseminada a ideia de que virtualização são diversos sistemas operacionais rodando na mesma máquina. E é verdade que ela também tem a ver com isso, mas não se limita apenas a esse processo, pelo contrário, existem inúmeros tipos de virtualização.

Para entender do que ela se trata, vamos traçar um paralelo entre o que é real e o virtual: entendemos que o real é concreto, físico, enquanto que o virtual é abstrato, ligado à simulação das coisas. A partir daqui, podemos definir a virtualização como o ambiente virtual que simula um ambiente real, permitindo que vários sistemas e aplicativos sejam utilizados sem preicsar de acesso físico à máquina na qual estão hospedados.

Ou seja, ela evita que haja relação de dependência entre os recursos de computação, já que um aplicativo e um sistema podem ser dissociados entre si. Para exemplificar, por meio dela, você poderia acessar o Microsoft Word de um Linux.

Vantagens da virtualização

A otimização de recursos a fim de evitar o seu desperdício é uma das grandes vantagens da virtualização. Por tabela, ela ainda promove a economia, pois, quando recursos não são desperdiçados, menos dinheiro é “jogado fora”.
Para ilustrar, imagine um computador que opere um servidor de e-mail e que utilize plenamente o seu disco rígico, mas que ainda ofereça uma certa folga na capacidade de processamento. É natural que ele atinja o ápice em certos momentos, enquanto que em outros ele se aproxime da ociosidade, sobretudo durante a madrugada. A virtualização faz com que esses momentos de “sobra” sejam aproveitados para realizar outras tarefas importantes, como geração de relatórios, fazendo com que a economia e otimização de recursos seja uma realidade.

Tipos de virtualização

Lá no início do artigo, nós adiantamos que a virtualização é bem mais complexa do que pensam e que ela pode ter diversos tipos. Vejamos quais são eles.

Virtualização de hardware

Conforme dito anteriormente, a virtualização oferece a possibilidade de rodar inúmeros sistemas operacionais numa mesma máquina, e a este tipo chamamos de virtualização de hardware. Neste cenário, são utilizados diversos programas que têm um objetivo: gerar máquinas virtuais, que estimulam os componentes físicos do PC e permitem que um sistema operacional diferente seja instalado em cada uma delas.

Os benefícios para os usuários incluem o extermínio de incompatibilidades entre aplicativos e sistemas
operacionais.

Mas a virtualização de hardware também oferece vantagens aos servidores, pois, ao invés de fazer uso de vários subservidores, que demandam apenas uma pequena porcentagem dos recursos das máquinas em que estão hospedados, um número menor de computadores poderia receber, de forma equânime, estes processos. Ou seja, são menos técnicos atuando, menos máquinas, menor gasto com eletricidade e demandaria um espaço menor também.

Virtualização da apresentação

A virtualização da apresentação visa permitir o acesso a determinado ambiente computacional, mesmo que não haja contato físico com ele. Isso significa que é possível utiizar um sistema operacional completo, incluindo os seus aplicativos, de qualquer lugar onde você esteja, como se eles estivessem devidamente instalados na sua máquina. É um recurso bastante parecido com o acesso remoto, mas, neste caso, outros usuários podem usar o mesmo sistema de forma simultânea e sem causar nenhuma interferência

Virtualização de aplicativos

O sistema operacional disponibiliza diversos recursos aos aplicativos, incluindo gerenciamento de drivers e alocação de memória, e resolver incompatibilidades entre eles é, de certa forma, bastante simples. Porém, quando essa incompatibilidade atinge dois aplicativos distintos, é que a virtualização entra em cena. Ela funciona realizando uma cópia única de determinado aplicativo, que será instalada no servidor virtual. Isso faz com que o programa rode normalmente, pois as características dele são compiladas e baixadas diretamente para a máquina do usuário, por meio de um aplicativo virtual à parte.

O futuro da virtualização

Por trazer diversas vantagens, sobretudo econômicas, a virtualização chegou para ficar. O armazenamento em nuvem, até pouco tempo não tão conhecido e hoje o preferido entre os usuários, só reforça o inevitável crescimento da virtualização. Não fique de fora das novas tecnologias, leve a virtualização para a sua empresa! Entre em contato com a IQuest e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *