Linux

Linux

Soluções

Linux

Somos especialista em:

• RedHat

O RedHat é a distribuição líder do mercado corporativo mundial, oferecendo a plataforma amplamente reconhecida para execução de aplicativos de missão crítica. Sua solidez e estabilidade foram os fatores que levaram o Linux ao patamar de tecnologia amplamente aceita em negócios que ocupa hoje.

• Debian

O Debian é um dos alicerces mais importantes da tecnologia Linux, pois é a distribuição baseada em comunidade (em contraposição a distribuições gerenciadas por empresas) mais influente e de maior sucesso. Seu foco é a qualidade e a estabilidade, o que, em certos momentos, fez com que novas versões demorassem um tempo consideravelmente maior que as anteriores para serem lançadas, o que mostra o compromisso da comunidade com a qualidade do produto.

Foi escolhido por diversas empresas produtoras de distribuições e comunidades para servir de base para a criação de suas próprias distribuições, como Ubuntu, Knoppix, Xandros, Linspire, além de diversas outras distribuições/appliances. Sua solidez e facilidade de uso lhe garantem hoje lugar de destaque em todo o ecossistema Linux.

• CentOS

CentOS é a versão de comunidade da distribuição enterprise RedHat, que atualmente é líder do mercado corporativo mundial, oferecendo a plataforma mais aceita para execução de aplicativos de missão crítica.

Com CentOS, sua empresa pode desfrutar da solidez e de toda a compatibilidade oferecida pelo Red Hat (Upstream) sem os custos envolvidos em licenciamento e suporte. Atualmente, CentOs é uma das distribuições mais usadas em datacenters em todo o mundo, rodando grande parte do workload de e-mail, web e demais infra em milhões de sites.

• Ubuntu

Em 2004, um milionário sul-africano fundou a Canonical Ltda. para criar e dar suporte a uma nova distribuição Linux: Ubuntu. Sua meta era desenvolver uma distribuição que permitisse levar o Linux para as massas, simplificando ao máximo possível o uso de Linux por usuários não técnicos. O Ubuntu é baseado no Debian e se beneficia de todas as infraestruturas existentes nele, buscando solucionar os problemas de usabilidade enfrentados pelos usuários não técnicos nas demais distribuições.

Rapidamente, o Ubuntu se tornou sinônimo de Linux para as pessoas comuns, e foi adotado por milhares de pessoas ao redor do mundo, tanto que hoje é considerado a distribuição pessoal mais usada.

A Canonical também criou uma versão para servidores, além de versões específicas para netbooks e outros dispositivos (smart TVs, tablets e outros) e de firmar alianças estratégicas com diversos produtores de hardware para integração do Ubuntu e suas tecnologias em diversos níveis.

Ubuntu alcançou tamanho sucesso em sua meta de facilidade que diversas distribuições que antes baseavam-se em Debian passaram a usar Ubuntu como base, visando incluir seus avanços em usabilidade. Como exemplos, podemos citar Mint, temporariamente Memphis, Xandros e Linspire.

• Suse

Suse é a segunda maior distribuição Linux focada em negócios. Foi originalmente desenvolvida pela empresa Suse Ag, na Alemanha, e sempre foi considerada uma das distribuições mais sérias e sólidas existentes.

Posteriormente foi comprada pela americana Novell, e recebeu uma série de integrações e características únicas para operar em conjunto com as plataformas Netware e Windows.

Em 2004 foi lançada uma versão de comunidade chamada OpenSuse, baseada no código do Suse Enterprise. Esta versão de comunidade permitiu que pequenas empresas pudessem usar o software sem custos.

• Para implementação de Linux, procure a I-QUEST

A I-QUEST, empresa de consultoria e serviços de TI, possui ampla experiência em implantação e gerenciamento de servidores baseados e na implementação de soluções e sistemas acima desta plataforma, além de poder atuar em qualquer plataforma/distribuição derivada.

Desenvolvido por Fizzy Marketing Digital

WhatsApp